Como evitar realimentação

A realimentação acústica pode ser um problema em qualquer sistema de som. Os sistemas de áudio que incluem microfones sem fio são um pouco mais propensos a realimentação do que os que usam somente microfones com fio, simplesmente porque a liberdade de movimento dos sistemas sem fio aumenta a probabilidade de que o usuário caminhe na frente dos alto-falantes. Além disso, os sistemas sem fio geralmente usam microfones omnidirecionais, que não oferecem a mesma proteção contra realimentação que os microfones vocais direcionais mais comuns.

  • Tome providências para diminuir a possibilidade de que o usuário sem fio caminhe em frente dos alto-falantes. Essas providências podem incluir maior tempo de ensaio, marcações no chão, reposicionamento dos alto-falantes e muitas outras opções.

  • Diminua o volume do som dos alto-falantes mais próximos do usuário sem fio e aumente o nível dos outros alto-falantes para compensar. Se possível, gire os alto-falantes mais próximos para apontá-los ligeiramente na direção oposta do usuário sem fio.

  • Mova o microfone para mais perto dos lábios do usuário e diminua o ganho de áudio do transmissor. Isso mantém a voz do usuário no mesmo nível no sistema de som, ao mesmo tempo em que reduz o ganho que causa a realimentação.

  • Se a realimentação for resultado da utilização de um transmissor body-pack e de um microfone de lapela omnidirecional, troque por um microfone direcional.

  • Tente mudar para outro tipo ou outra cápsula de microfone. Diferentes microfones têm características distintas e um determinado modelo pode ser menos propenso a realimentação em uma situação específica.

  • Certifique-se de que o ganho do sistema foi definido adequadamente para a sua aplicação. Em situações de altos níveis de SPL, se o ganho do sistema for definido muito alto, pode ocorrer sobrecarga dos circuitos sem fio e aumento da possibilidade de realimentação.

  • A maioria das técnicas convencionais para redução da realimentação também funciona com os microfones sem fio. Devido à maior possibilidade de realimentação nos sistemas sem fio, entender e ser capaz de aplicar essas técnicas poderá ser bastante útil.

Retornar ao sumário